Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Toda a discussão relativa a Pontos de Carregamento também conhecidos por EVSE (Electric Vehicle Supply Equipment) vem para aqui.
Avatar do Utilizador
rimsilva
Proprietário i3
Mensagens: 2368
Registado: 31 mar 2016, 14:40
Data de fabrico: 15 mar 2016
Capacidade bateria: 60 Ah
Localização: Vila Nova de Gaia

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por rimsilva » 16 mai 2022, 12:36

mjr Escreveu:
16 mai 2022, 11:59
rimsilva Escreveu:
16 mai 2022, 10:20
Tudo serve para a propagando do "regime" :lol:

Vou transcrever o que escrevi no FB:

"Normalmente aquilo que desconhecemos é mau, ou seja, alguém que está habituado à nossa realidade e que diz que foi um pesadelo perceber como carregar em Espanha, quando aqui se sabe perfeitamente em 5 min o que é necessário, está tudo dito.
Tudo o que vier depois, já terá conclusões condicionadas."


Em termos de Ionity além das diversidade de opções para carregar em Espanha (e até esquecendo o preço mais baixo praticado pela EDP), no maxímo vai pagar para carregar na Ionity o preço "standard" de 0,79€/kWh, por cá com a maravilha do "modelo" que temos é no minimo quase mais 0,1€/kWh em cima e os mais "distraidos" facilmente pagam mais de 1€/kWh, uma maravilha :oops:
Não percebi a propaganda nem o "regime". Aliás, dispenso esse tipo de considerações que não acrescentam nada à discussão. Tal como as "ervilhas" que o Zeus mencionou.

"Aqui" sabe-se em 5 minutos como carregar em Espanha tudo o que é necessário porque este é um sítio especial. Na rua é completamente diferente.

Para cá o que falta é a obrigatoriedade da disponibilização de um meio de pagamento ad hoc em cada posto. Algo que nos devemos bater para que acontece o mais rápido possível.

Mas por cá, depois de fazer um contrato com um CEME e ter um cartão fica tudo muito mais fácil de facto. Não é preciso fazer mais nada. Eu continuo a preferir um cartão físico a Apps, ainda ontem no Continente me irritei com a App e a sua lentidão. Com a Miio é igual.
A propaganda ao regime é toda a propaganda a favor da situação atual da mobilidade electrica em Portugal e a defesa do poder instituido de defesa dos lobbies da energia, tentado não levantar muito "poeira" para não se percber o cada vez maior descontentamento dos utilizadores de VE.

Isso continuem a discutir que o cartão é que é fixe ou app xpto, como se uma simples questão técnica ou tecnologica não fosse fácil de ultrapassar confundindo aspectos conjunturais com outros bem mais graves e estruturais, que decorrem da legislação, como referi anteriormente (vou voltar a citar):

"...em Espanha... no maxímo vai pagar para carregar na Ionity o preço "standard" de 0,79€/kWh, por cá com a maravilha do "modelo" que temos é no minimo quase mais 0,1€/kWh em cima e os mais "distraidos" facilmente pagam mais de 1€/kWh, uma maravilha"

Avatar do Utilizador
BrunoFonseca
Mensagens: 1144
Registado: 16 jul 2018, 12:32
Data de fabrico: 29 mai 2018

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por BrunoFonseca » 16 mai 2022, 14:54

Continuam a confundir o modelo com as políticas dos operadores.

Na minha opinião o modelo que temos em Portugal tem alguns pontos fracos que facilmente podem ser resolvidos:
Informação online do valor a pagar,
Vender energia produzida localmente,
Carregamentos s/ contrato (este ultimo já está parcialmente resolvido)

No entanto ha aqui pontos de melhoria, que, havendo a possibilidade de serem uma realidade lá fora, raramente o sao, nomeadamente a venda de energia produzida localmente.

Avatar do Utilizador
Nonnus
Mensagens: 2465
Registado: 10 set 2017, 04:43
Data de fabrico: 01 jun 2017
Capacidade bateria: 83,14 Ah 12 Barras

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por Nonnus » 16 mai 2022, 15:55

BrunoFonseca Escreveu:
16 mai 2022, 14:54
Continuam a confundir o modelo com as políticas dos operadores.
Tais como? Podes desenvolver?
Proprietário de Nissan Leaf 30KWh desde: 25 de Setembro de 2017
- 9 meses depois 15/06/2018 30000km
- 12 meses depois 25/09/2018 40000km
- 24 meses depois 25/09/2019 90000km

Avatar do Utilizador
mjr
Administrador do site
Mensagens: 9758
Registado: 04 jan 2011, 15:55
Data de fabrico: 30 mai 2018
Capacidade bateria: 114.8 Ah 12 barras
Localização: Porto

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por mjr » 16 mai 2022, 16:49

zeuz Escreveu:
16 mai 2022, 12:22
mjr Escreveu:
16 mai 2022, 11:59
Tal como as "ervilhas" que o Zeus mencionou.
Não conheces o vídeo das ervilhas?! :think:

Aqui fica o link para veres:
Claro que conheço. Mas desconheço a relevância para o que estamos a discutir. E se existir, devias de a ter mencionado em vez de atirar para o ar as "ervilhas".
Nissan Leaf 40 Tekna preto, entregue em 30 de maio de 2018. 40000km em 2022-03-06
Nissan LEAF mk1 Preto, entregue em 7 de julho de 2011. 171000 km em 2022-03-06.
Tesla Model 3 LR preto entregue em 2019-03-06. 73000km em 2022-03-06.
Sócio da associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, UVE: http://www.uve.pt

Avatar do Utilizador
mjr
Administrador do site
Mensagens: 9758
Registado: 04 jan 2011, 15:55
Data de fabrico: 30 mai 2018
Capacidade bateria: 114.8 Ah 12 barras
Localização: Porto

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por mjr » 16 mai 2022, 17:06

BrunoAlves Escreveu:
16 mai 2022, 12:30
mjr Escreveu:
16 mai 2022, 12:01
Errado. A associação de OPCs europeia está a bater-se para que isso não seja obrigatório. Simples e prático é irrefutável, mas o que eles dizem é que não é barato.

https://www.avere.org/joint-letter-afir ... in-europe/
Só uma correcção, a AVERE não é uma associação de OPCs Europeia. É uma associação de Europeia sim, da qual fazem parte alguns OPC sim, mas juntar as 2 coisas não resulta "na associação de OPCs europeia" ;)

O que é dito nesse documento acho que faz muito sentido. Eles não dizem "não se instalem leitores de cartões bancários", dizem "possam não se instalar em alguns tipos de posto e dêm tempo para o fazer". Claro, senão há milhares de postos "em falha" do dia para a noite assim que o AFIR entrar.
Como o smart charging e afins, são reivindicações que fazem todo o sentido.
Tens razão. Estava a referir-me à ChargeUP Europe mas coloquei a posição da AVERE, que na verdade é semelhante. Está aqui a posição da ChargeUp Europe:

https://www.chargeupeurope.eu/positions ... ts-in-afir

Falando com qualquer OPC/CEME português a resposta é muito semelhante.

Claro que a haver obrigatoriedade de um meio de pagamento universalmente utilizado na UE (penso ser este o palavreado da AFIR), ela deve ser gradual, com um tempo de implementação em novos postos razoável e de retrofit bastante mais alargado. Mudanças de regulamentação bruscas nunca dão bom efeito no mercado.
Nissan Leaf 40 Tekna preto, entregue em 30 de maio de 2018. 40000km em 2022-03-06
Nissan LEAF mk1 Preto, entregue em 7 de julho de 2011. 171000 km em 2022-03-06.
Tesla Model 3 LR preto entregue em 2019-03-06. 73000km em 2022-03-06.
Sócio da associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, UVE: http://www.uve.pt

Avatar do Utilizador
BrunoAlves
Proprietário Ioniq EV
Mensagens: 6102
Registado: 30 abr 2016, 12:39
Data de fabrico: 16 jun 2014
Capacidade bateria: 57Ah
Localização: Mealhada

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por BrunoAlves » 16 mai 2022, 17:27

mjr Escreveu:
16 mai 2022, 17:06
ela deve ser gradual, com um tempo de implementação em novos postos razoável e de retrofit bastante mais alargado.
Acho que é a crítica mais facilmente apontada ao AFIR: as propostas são boas na minha opinião e no geral, mas não há definição temporal para muitas das coisas que vão ser lei (o que, para a legislação nacional existente, deve ser uma coisa boa)
Se forem conduzir, não bebam. Se forem beber, chamem-me!!! :D

Avatar do Utilizador
rimsilva
Proprietário i3
Mensagens: 2368
Registado: 31 mar 2016, 14:40
Data de fabrico: 15 mar 2016
Capacidade bateria: 60 Ah
Localização: Vila Nova de Gaia

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por rimsilva » 16 mai 2022, 17:46

BrunoFonseca Escreveu:
16 mai 2022, 14:54
Continuam a confundir o modelo com as políticas dos operadores.

Na minha opinião o modelo que temos em Portugal tem alguns pontos fracos que facilmente podem ser resolvidos:
Informação online do valor a pagar,
Vender energia produzida localmente,
Carregamentos s/ contrato (este ultimo já está parcialmente resolvido)

No entanto ha aqui pontos de melhoria, que, havendo a possibilidade de serem uma realidade lá fora, raramente o sao, nomeadamente a venda de energia produzida localmente.
Não tenho duvidas que sim e um desses pontos mencionados, é um bom exemplo disso.

A "informação online do valor a pagar" não tem nada a haver com modelo nenhum, é algo que depedende de aspectos técnológicos, que podem dar mais ou menos trabalho a serem implementados, mas que não vai mudar nada na base, ou seja, nas politicas que definem o modelo de mobilidade eléctrica em Portugal.

Por toda a Europa é possivel mostrar a "informação online do valor a pagar" na Ionity de 0,79€/kWh, até Portugal seria possivel (não 1 preços, mas uma lista bem generosa deles), só que em vez de 0,79€/ kWh iriamos ter dos 0,80€ e pouco até bem acima do 1€/kWh.

Agora, se em vez de "online" se falasse de preços nos postos, como devia ser desde o 1º dia que se iniciou a fase comercial, aí é que a coisa já fica mais feia, mas eu sei que é um pouco chato lembrar isso.

A venda de energia produzida localmente sim, já considero que seja um aspecto que deve fazer parte de qualquer modelo e a nossa lei ignorou um pouco essa vertente e até mesmo no legislaçao Europeia em vigor fala-se sobretudo no liberdade de acesso a adquirir energia por parte dos operadores.

Do meu ponto de vista em Portugal há de facto poucos pontos a melhorar, só que esses pontos só vão melhorar quando a lei da ME for alterada, de forma a que se deixe de uma vez por todas de infringir a legislação europeia.

Avatar do Utilizador
Giugiaro
Mensagens: 25
Registado: 14 out 2021, 18:04
Data de fabrico: 01 jan 2015
Capacidade bateria: 22kWh
Localização: Valongo

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por Giugiaro » 16 mai 2022, 19:09

rimsilva Escreveu:
16 mai 2022, 17:46
Agora, se em vez de "online" se falasse de preços nos postos, como devia ser desde o 1º dia que se iniciou a fase comercial, aí é que a coisa já fica mais feia, mas eu sei que é um pouco chato lembrar isso.
Lá está. Na minha opinião esta é que é a questão que mais dói na altura de carregar na via pública, porque no fim do carregamento fica a questão no ar de quanto vai ser cobrado por aquele carregamento.

Se no momento de abastecer o carro a gasóleo ou gasolina temos a informação do preço unitário e do valor total a pagar, e até somos informados da evolução do preço total à medida que é feito o abastecimento, porque razão não há o mesmo tipo de implementação nos postos de carregamento elétrico?

Além disso, o custo do kW por parte da CEME é uma coisa que me tem sido extremamente difícil encontrar online a partir do telemóvel, na rua e na posição de se querer começar a carregar o carro. Até agora só tenho uma noção procurando pelos e-mails de atualização dos preços das CEME com quem tenho registo.

Depois certas apps "mentem" quando disponibilizam o valor do carregamento. A edp ev.charge mostra o valor a pagar no histórico mal se termina o carregamento, mas:
Custo na via pública calculado assumindo 20% de desconto na componente CEME para clientes EDP Comercial de electricidade ou gás.
Ou seja, não só NÃO me diz o valor NORMAL do carregamento, como ignora o facto do meu contrato ter 2% de desconto por ser sócio da UVE, colocando 20% de um contrato que EU NÃO TENHO!

E para meter mais lenha na lareira, estas apps têm uma tendência exagerada de fazerem log-out da sessão do utilizador, e de obrigar a introduzir manualmente a password de acesso. Fazer isto no meio da rua quando se tem o cabo na mão... É... TÃO... FRUSTRANTE!!! :evil:
Imagem

Avatar do Utilizador
zeuz
Mensagens: 1056
Registado: 10 mar 2014, 02:40

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por zeuz » 16 mai 2022, 20:04

mjr Escreveu:
16 mai 2022, 16:49
zeuz Escreveu:
16 mai 2022, 12:22
mjr Escreveu:
16 mai 2022, 11:59
Tal como as "ervilhas" que o Zeus mencionou.
Não conheces o vídeo das ervilhas?! :think:

Aqui fica o link para veres:
Claro que conheço. Mas desconheço a relevância para o que estamos a discutir. E se existir, devias de a ter mencionado em vez de atirar para o ar as "ervilhas".
Não conheces a relevância?! Então um vídeo ilustrativo do "Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal" não é relevante para um tópico sobre o "Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal"?! :shock:

Mas deixa lá as "ervilhas", que nem todos gostam e eu entendo isso... prefiro uma resposta a isto: viewtopic.php?f=29&t=7848&start=940#p149455
Imagem Vectrix VX-1 Li+ '11 (catalã) (06/2014 - )
Imagem Opel Ampera 1.4i ECOTEC (10/2017 - 04/2022)

Avatar do Utilizador
rnlcarlov
Mensagens: 2261
Registado: 16 jun 2015, 18:08
Data de fabrico: 04 mai 2011
Capacidade bateria: 41.1 Ah
Localização: Lisboa

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por rnlcarlov » 16 mai 2022, 20:34

mjr Escreveu:
16 mai 2022, 06:51
Partilho neste tópico um vídeo de um estrangeiro sobre a experiência de carregamento em Espanha e Portugal:

Dos quase 43 minutos do vídeo, 39 foram dedicados a Espanha e pouco mais de 3 a Portugal. Adivinhem qual o país onde é (muito) mais simples carregar...
Eu vi esse vídeo, mas a forma como está formulado o título e o thumbnail é um (bom) bocado tendenciosa. O que ele fez foi ir explorar todas as redes de carregamento disponíveis na região de Badajoz e Mérida, indo de PCR em PCR, às vezes com meia dúzia de kms entre eles, apenas ver quão bem funcionava cada app. Ou seja o "8 apps required" dá ideia que são necessárias todas elas para se poder andar em Espanha quando isso não é de todo verdade. E uma das apps mais importantes, a Ibedrola, é de facto complicado abrir conta quando se não é Espanhol, obrigando a umas quantas voltas, mas isso já não se põe quando se vive em Espanha. Tal como para um estrangeiro carregar cá não é com qualquer CEME que o faz no imediato.

Responder

Voltar para “Carregamento”